Pulso Iraniano, a energia de uma nova geração revelada

Jalal SEPEHR: Water and Persian Rugs. Series ( Água e Tapetes Persas. Série)

O Oi Futuro apresenta a partir do dia 29 de junho de 2012 para convidados e no dia seguinte para o público a exposição “Pulso Iraniano”, que traz fotografias e vídeos inéditos de importantes artistas contemporâneos iranianos, além de um conjunto de poemas traduzidos para o português. O curador e diretor artístico do projeto, Marc Pottier, pretende mostrar a força da nova criação iraniana desenvolvida tanto no próprio país como em outros países, para onde alguns artistas migraram. Em um caso ou no outro, são artistas que perpetuam uma tradição milenar de criação artística.

Shirin ALIABADI: Miss Hybrid. Series. (Garota Híbrida. Série)

Os artistas que estarão na exposição são Morteza Ahmadvand, Shirin Aliabadi, Gohar Dashti, Arash Hanaei, Siamak Filizadeh, Shadi Ghadirian, Amirali Ghasemi, Ghazel, Peyman Hooshmandzadeh, Bahman Jalali, Rana Javadi, Abbas Kiarostami, Bahman Kiarostami, Nava Zadoc, Shirin Neshat, Jalal Sepehr, Mitra Tabrizian, Jinoos Taghizadeh, NewshaTavakolian e Sadegh Tirafkan. Na mostra haverá, ainda, obras de artistas emergentes, sendo 26 vídeoartistas e 30 fotógrafos.

Concebida especialmente para a montagem em Belo Horizonte, uma instalação com trabalhos do artista Arash Hanaei disposta no corredor vermelho que dá acesso à Galeria de Artes Visuais irá conduzir os visitantes para esta imersão na arte contemporânea do Irã. São desenhos digitais da série “Capital”, onde Arash Hanaei oferece sua visão dos muros, ruas e fachadas de Teerã. Neles convivem textos e slogans publicitários com desenhos de heróis, mártires, cenas da Revolução de 1979 e da guerra Irã-Iraque (1980).

Para dar conta da abrangência e potência da produção contemporânea iraniana, Marc Pottier convidou artistas e curadores para selecionarem fotografias e vídeos, que estarão divididos nos temas “A Guerra”, “As Tradições”, “A Mulher”, “A Poesia”, e “O Espírito de Celebração”. Assim, a cultuada artista Shadi Ghadirian vem promovendo o trabalho de jovens fotógrafos em seu site Fanoosphoto, e vai mostrar uma seleção deles.

Amirali Ghasemi, artista que vive em Teerã e que exibe a jovem produção do país em sua própria garagem [www.parkingallery.com e www.biennaltehran.com] apresentará uma seleção de vídeos.

Bahman Jalali, um dos mais importantes fotógrafos do país, falecido em janeiro de 2010, será homenageado com 20 fotos e duas séries de slideshows, em seleção de sua viúva, a artista Rana Javadi.

A poetisa Sanam Emami é a curadora do módulo “A Poesia”, em que traduções das obras dos principais poetas do país estarão disponíveis para consulta. “A poesia está tão presente no dia-a-dia do Irã que se pode ouvi-la mesmo durante as manifestações de rua, com gritos, reclamações e críticas ao governo”, observa Pottier.

Ainda nas palavras do curador Marc Pottier: “O Irã tem vivido nas últimas décadas um contexto político difícil. Apesar disso, uma resistência cultural importante tem sido capaz de se estabelecer e se desenvolver, mantendo assim viva uma tradição de milhares de anos de criação cultural. Com as diversas recentes revoluções, alguns artistas, críticos de arte e curadores optaram por sair do país. Outros que permaneceram, continuam a criar, tentando se adaptar da melhor maneira possível à situação. A criatividade iraniana está viva e não se concentra apenas na crítica política. O que esta exposição emana é o extraordinário humor e distanciamento dos artistas apresentados.  Não que eles virem as costas para o que eles tenham vivenciado ou estejam vivendo neste momento. Mas eles conseguem se colocar num contexto filosófico global, afastado do seu presente. Com os artistas iranianos não estamos diante de uma moda efêmera. Ao contrário, a cena artística iraniana é um ambiente sólido feito de uma rede importante de amantes da arte, galeristas e colecionadores ativos, sejam eles exilados ou não, defendendo os artistas e suas criações.”

Pulso Iraniano é uma oportunidade única de ver e conhecer pela primeira vez em Belo Horizonte, a efervescente produção do país. Imperdível.

MARC POTTIER
Marc Pottier é um curador independente, que já organizou várias  exposições no Brasil e que já mostrou diversos artistas brasileiros no exterior. Foi Adido Cultural no Consulado Francês no Rio de Janeiro entre 1998 e 2002. Especialista em Arte Pública, tem projetos na Europa, no Brasil e no Oriente Médio.

OI FUTURO
O Oi Futuro tem a missão de democratizar o acesso ao conhecimento para acelerar e promover o desenvolvimento humano. O principal foco das ações do instituto de responsabilidade da Oi é a promoção de um futuro melhor para os brasileiros, reduzindo distâncias geográficas e sociais. Os programas Oi Tonomundo, Oi Kabum! (escolas de arte e tecnologia), NAVE e Oi Novos Brasis atendem 600 mil crianças e jovens, desenvolvendo metodologias educacionais inovadoras, promovendo a inclusão digital e fornecendo conteúdo pedagógico para a formação de professores e educadores da rede pública. O Oi Conecta, um programa em parceria com o Governo Federal, leva banda larga a mais de 40 mil escolas públicas, beneficiando cerca de 26 milhões de alunos. Na área cultural, O Oi Futuro atua como gestor do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, mantém dois espaços culturais no Rio de Janeiro (RJ) e um  em Belo Horizonte (MG), além do Museu das Telecomunicações nas duas cidades. O Oi Futuro apóia, ainda, projetos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte. A Oi foi a primeira companhia de telecomunicações a apostar nos projetos sócio-educativos inseridos na nova Lei.

PRODUÇÃO. BELO HORIZONTE.
Coordenação Geral:
Mario Suarez_Design

Serviço: Pulso Iraniano
Galeria de Artes Visuais do Oi Futuro
Abertura: 29 de junho de 2012, às 19h30
Visitação pública: 30 de junho a 26 de agosto de 2012
Curadoria geral e direção artística: Marc Pottier
Realização: Oi Futuro
Oi Futuro BH. Belo Horizonte. MG
Av. Afonso Pena, 4001 – Mangabeiras – Belo Horizonte. MG
De terça a sábado, das 11h às 21h. Domingo das 11h às 19h.
Entrada franca
Classificação etária: 12 anos
Informações: (31) 3229 3131
www.oifuturo.org.br

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

0 comentários

Nome:
Email:
Website:
Comentário:

Outros artigosir para a página inicial

Museu da Cachaça foi inaugurado pela Prefeitura de Salinas

Museu da Cachaça foi inaugurado pela Prefeitura de Salinas(0)

Museu está instalado em um terreno de 13.120m², entre área construída, área expositiva, espaço de convivência e espaços administrativos O Governo de Minas e a Prefeitura de Salinas inauguram nesta quinta-feira (20), às 10h, na cidade de Salinas, Norte de Minas, um novo espaço cultural. Trata-se do Museu da Cachaça, cuja implantação irá oferecer à

Plug Minas abre inscrições até 24 de fevereiro para o processo seletivo 2012

Plug Minas abre inscrições até 24 de fevereiro para o processo seletivo 2012(1)

BELO HORIZONTE (04/11/11) – O Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital deu início ao processo seletivo que vai escolher novos estudantes para fazerem parte do projeto no próximo ano. Até o dia 24 de fevereiro de 2012, jovens com idade entre 14 e 24 anos que atualmente estudam ou já se formaram em escolas

Ballet Jovem Palácio das Artes apresenta novo espetáculo “Goldberg”

Ballet Jovem Palácio das Artes apresenta novo espetáculo “Goldberg”(0)

BELO HORIZONTE (04/11/11) – O Ballet Jovem Palácio das Artes, um dos grupos jovens da Fundação Clóvis Salgado, estreia sua nova montagem, “Goldberg”, nos dias 12 e 13 de novembro, sábado e domingo, no Grande Teatro do Palácio das Artes. Além da nova coreografia, os vinte e dois bailarinos reapresentam Iungo, que ficou em cartaz pela

Plug Minas inaugura exposição Réquiem

Plug Minas inaugura exposição Réquiem(0)

BELO HORIZONTE (22/09/11) – Nesta sexta-feira (23), o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital – inaugura a exposição Réquiem, da artista plástica Sara Lambranho. A mostra, que tem na diversidade de linguagens uma de suas principais características, é gratuita, e fica em cartaz na galeria do Núcleo Caminhos do Futuro até o dia

Coral Lírico de Minas Gerais se apresenta na abertura do Festival 200 anos Liszt

Coral Lírico de Minas Gerais se apresenta na abertura do Festival 200 anos Liszt(0)

BELO HORIZONTE (22/09/11) – O Coral Lírico de Minas Gerais se apresenta neste domingo (25), na Capela do Colégio Santa Marcelina, às 18h, na abertura do Festival 200 anos Liszt. No programa da apresentação duas composições de Liszt: “Via Crucis S53” e “Missa Choralis S10”. A entrada é gratuita. O coral será acompanhado pelo organista

leia mais

Agenda

leia mais
Error, no group ID set! Check your syntax!
Error, no group ID set! Check your syntax!

Publicidade

Error, no group ID set! Check your syntax!
Error, no group ID set! Check your syntax!

Contato e informações

Redes Sociais

Categorias mais populares

© 2011 | Desenvolvido por: Fernando Lopes | Todos os Direitos Reservados.